13/2/2014 1h32 Por FOX SPORTS

Conmebol dá resposta rápida sobre racismo e pede calma ao Cruzeiro

Por meio de uma mensagem no perfil oficial da Libertadores no Twitter, entidade sul-americana disse que providências serão tomadas

Entidade máxima do futebol sul-americano, a Conmebol deu uma rápida justificativa sobre o caso de racismo sofrido pelo volante Tinga, do Cruzeiro. O Twitter oficial da Libertadores postou duas mensagens. Uma pedindo calma ao clube brasileiro e a outra dizendo que providências serão tomadas sobre o ocorrido.

"Sobre o tema de racismo no jogo Real Garcilaso x Cruzeiro, a Confederação Sul-Americana de futebol irá analisar o tema e a possíveis sanções pertinentes. Pedimos tranquilidade aos torcedores do Cruzeiro, mas sabemos que isso é inaceitável", dizia a mensagem.

Leia também:

Jennifer Lopez mostra gravação de música da Copa

Um dia após fim de namoro, Neymar posa feliz com amigos do Barça

Messi paga aposta e ataca como cozinheiro

Tinga substituiu Ricardo Goulart na segunda etapa, quando o Cruzeiro perdia por 2 a 1 para o Real Garcilaso. A cada toque do jogador na bola, a torcida peruana vaiava e imitava macacos.